24 dez
Cuidados com as axilas no verao

Apesar de ser uma região discreta, durante o verão as axilas acabam ficando mais expostas. E justamente por ser uma área que fica escondida no restante do ano, sempre coberta, é que a pele dessa região está sujeita a problemas como pelos encravados, escurecimento da cútis e alergia – todos visíveis, razão pela qual é preciso ter o dobro de cuidado. “As axilas têm uma pele mais fina, se comparadas com a região exposta dos braços, por exemplo. Portanto, é mais sensível a irritações por ativos químicos contidos nos desodorantes, sabonetes e cremes depilatórios. Para agravar a situação, é uma área de dobra cutânea, o que favorece a absorção de substâncias que estejam em sua superfície aumentando o risco de alergias”, justifica a dermatologista Flávia Martelli, de São Paulo. E não é só. “Além disso, o contato frequente com o suor, secreção de pH mais ácido que o da pele, pode ser responsável por uma suave, porém constante, agressão local, o que também leva a irritação e ao escurecimento da área”, completa a dermatologista Vivian Amaral, do Rio de Janeiro.

Não bastassem todos esses fatores desfavoráveis, a axila ainda sofre o constante atrito das roupas. “Calor, umidade e atrito favorecem o acúmulo de bactérias, provocando as irritações. As bolinhas ou pontinhos inflamados são sinais de pelos encravados, que ficam sob a pele porque enfraquecem e não têm força suficiente para romper a camada superficial e continuar crescendo. Essa fraqueza pode ser causada por vários motivos como pele ressecada, distúrbios hormonais, excesso de queratina na pele, atrito constante com a roupa e pela remoção regular dos pelos, seja por depilação com cera quente, cera fria, lâmina ou cremes depilatórios”, conclui a dermatologista Maria Fernanda Tembra, também de São Paulo.

Via: Terra Beleza.

AS ÚLTIMAS DO INSTA
MAIS LIDOS