25 jul

Você conhece a maneira correta de usar o rímel? Alguns hábitos que a gente adquire por começar, talvez, a usar maquiagem muito novas e sozinhas acabam sendo prejudiciais sem saber.

A primeira dica é não compartilhar o produto. Os nossos olhos são uma das principais portas de entrada de bactérias e vírus. Quando você divide a máscara, a outra pessoa pode ter algum desses problemas até sem saber e acaba transmitindo.

A máscara de cílios, ao contrário da maioria dos produtos, tem a data de validade bem curtinha, só de 3 meses. Portanto, nada de prolongar a vida dele. A consistência que um rímel deve ter é líquida. Se começar a ficar diferente, hora de aposentar. Podemos ver no rímel transparente o quanto a cor dele muda enquanto usamos. Nos escuros isso também acontece, mas não conseguimos ver.

Rímel, pra quê te quero?

Lavar o aplicador é suficiente? Não. As bactérias se alojam dentro do tubinho e o pincel é apenas o meio transporte.

Outro detalhe que costuma irritar é na hora de remover a máscara. Algumas são ótimas, duram uma eternidade. Uma eternidade mesmo. Você simplesmente não consegue limpar e fica um tempão esfregando. Além de quebrar os cílios, irrita a região dos olhos. Procure um removedor de maquiagem específico para a área dos olhos. A fórmula vai dissolver e facilitar na hora de tirar a maquiagem.

Uma mania que temos é de friccionar o pincel dentro do tubinho. Isso faz com que entre mais ar, mais bactérias, e ainda dá aquelas famosas bolinhas.

Nós também temos que prestar atenção na hora da compra. Existe uma infinidade de marcas, pincéis e finalidades das máscaras. Prefira marcas conhecidas e que você já tenha lido algumas resenhas de quem usou o produto.

Por fim, cuide dos seus cílios. Assim como os fios de cabelo, eles também ressecam e merecem atenção. Algumas máscaras contêm hidratante. Se possível, use as desse tipo.

AS ÚLTIMAS DO INSTA
MAIS LIDOS